A mudança climática ameaça o desenvolvimento da África Ocidental, afirma relatório publicado pelo Banco Mundial

19 de junho de 2013

sexta-feira 21 de Junho de 2013

Todas as versões deste artigo : [Español] [français] [Português]

Tipo de documento: Comunicado de Imprensa.

Assunto: Mudança Climática.

As palavras-chave: relatório, Banco Mundial, mudança climática, Red Action Climat.

A produção de alimentos na África Ocidental será atingida por ondas de calor mais fortes e freqüentes e estiagens, se o clima continuar mudando com a velocidade atual, afirma relatório publicado hoje pelo Banco Mundial.

O relatório intitulado Turn Down the Heat - Climate Extremes, Regional Impacts and the Case for Resilience analisa exaustivamente o que a mudança climática representa para a África Subsaariana. Compara os impactos na região, se o aquecimento continuar com a velocidade atual e sua repercussão se os governos não conseguirem limitar a alta média da temperatura a 2 graus Centígrados.

Inclusive sem eliminar totalmente o risco, se a subida da temperatura se mantiver debaixo de 2°C e se forem elaborados planos globais para a adaptação das comunidades às mudanças climáticas, se poderia evitar boa parte dos piores impactos.

Contudo, inclusive a 2°C, os esforços para a redução da pobreza e o crescimento econômico poderiam esvair na região. Estamos falando na diminuição dos rendimentos dos cultivos, e nos problemas ligados ao acesso à água, que se agravariam, assinalou Emmanuel SECK, Coordenador da Rede Action Climat na África Ocidental.

Por exemplo, calcula-se que o rendimento de todos os cultivos, se a temperatura subir em 2ºC, deverá diminuir, em média, 11%. Agora, se o aquecimento for de 4ºC, o rendimento dos cultivos diminuirá em mais de 20%. Além disso, o tempo de crescimento baixaria de 20% em toda a região.

Ao mesmo tempo, os meios de subsistência das famílias dependentes da pesca também estão ameaçados. O Senegal aparece entre os países mais vulneráveis aos impactos da mudança climática em relação à pesca. Segundo o Banco Mundial, o aquecimento dos oceanos se traduz em menos peixes, e aqueles que conseguirem sobreviver serão menores em tamanho.

A alta das temperaturas também significa que menos rebanhos poderão ser conservados na zona de Ferlo, porção norte do Senegal, isto porque haverá menos pasto e menos árvores. Com aquecimento de 3°C, a superfície atual das savanas subsaarianas e das terras onde pasta boa parte dos rebanhos de muitas comunidades vai diminuir em um sétimo, provocando enormes efeitos para todos aqueles cuja sobrevivência depende deste ecossistema.

“Este relatório revela que a ameaça da mudança climática paira sobre os resultados alcançados em matéria de desenvolvimento nesta região, nos últimos anos”, realça SECK. “A África necessita o apoio da comunidade internacional para adotar um enfoque de desenvolvimento moderado em carbono, que seja compatível com a satisfação dos direitos humanos e com as necessidades de desenvolvimento de sua população; por conseguinte recordamos aos países desenvolvidos que devem respeitar os seus compromissos em termos de mitigação e de financiamentos”.

Uma mudança climática com aquecimento de 2°C prejudicaria a qualidade da saúde de muitas pessoas na África Subsaariana, dispararia a má nutrição, atrasaria o crescimento das crianças, conduziria ao paludismo; outras doenças poderiam afetar a capacidade educativa das crianças.

A Rede Action Climat exorta os governos africanos a elaborarem estratégias de desenvolvimento moderado em carbono a fim de ajudar a diminuir os impactos da mudança climática nas suas populações.

A Rede Action Climat (CAN) é uma rede mundial com mais de 850 ONGs, que trabalham em prol da promoção da ação dos governos e das pessoas avulsas para limitar a mudança climática provocada pela ação humana.

Ver em linha : A mudança climática ameaça o desenvolvimento da África Ocidental, afirma relatório publicado pelo Banco Mundial

Tejiendo Redes.
C/ Hermanos García Noblejas, 41, 8º. 28037 - MADRID.
Tlf: 91 4084112 Fax: 91 408 70 47. Email: comunicacion@fidc.gloobal.net

SPIP |